A importância do Trigo no controle de Plantas Daninhas

Arculano (nosso Coordenador de Campo), diz:

"Aqui na Sementes Mutuca, nós não temos problemas com plantas daninhas por dois motivos principais: a realização do Sistema de Plantio Direto e a semeadura do trigo como cultura de inverno, que atuam como uma barreira física ao desenvolvimento das ervas daninhas. Em nossas áreas, colhemos e plantamos sem dessecação de pré plantio e nem de pré-emergente".


Produtores normalmente atestam que a cultura do Trigo não fecha as contas, mas será que realmente não fecha? Quais são os riscos de multiplicar o banco de sementes no solo e ter uma lavoura cheia de pragas?


Percebemos que as áreas em que não é feita a cultura de inverno, e que ficam em pousio, trazem problemas principalmente com a Buva (Conyza bonariensis) e o Capim amargoso (Digitaria insularis).

Geralmente, a última cultura antes do inverno é o milho e, após a colheita, quando o solo fica em pousio, diversas plantas invasoras aparecem!

Conclusão:

A presença do Trigo no controle das Ervas Daninhas é indispensável, pois conseguimos realizar um Sistema de Plantio Direto de qualidade. O que significa:  impedir o surgimento de plantas daninhas, proteger a biologia e estrutura do solo, reciclar nutrientes e aumentar os teores de matéria orgânica.

Por consequência da realização do plantio de uma cultura de inverno como o trigo, se tem considerável aumento nas chances de sucesso das culturas de verão, como milho feijão e soja!



Juntos, fortalecemos o agronegócio com cada semente que plantamos. Quer saber mais? | Facebook | Instagram | YouTube | LinkedIn

2 visualizações

Explore

Ajuda

Redes Sociais

Newsletter

Tel: (43) 3557-2600

Cel: (43) 98438-9902