Problemas com mancha amarela no Trigo?

Mancha amarela - Pyrenophora tritici-repentis


A mancha amarela da folha é, hoje, a mancha foliar mais frequente da cultura do trigo e do triticale, apresentando alta intensidade em lavouras conduzidas no sistema de plantio direto com rotação de culturas inapropriada. O fungo sobrevive nos restos culturais do sistema plantio direto na palha. "Essa doença pode causar danos de até 48%" (Reis & Casa, 2007).


Os sintomas surgem logo após a emergência da planta, geralmente nas folhas próximas ao solo com pequenas manchas cloróticas, as quais, com o passar do tempo, expandem-se formando lesões elípticas, com aproximadamente 12mm de comprimento, circundadas por um halo amarelo e com a região central necrosada, de cor parda. Essas lesões evoluem, através de um processo chamado expansão de lesão, podendo coalescer e tomar grande proporção do tecido foliar. Esse processo é menos dependente do ambiente, por isso as manchas foliares tendem a evoluir sob condições adversas à esporulação, dispersão do inóculo e indução de novas infecções.


Como medidas de controle da doença recomenda-se o tratamento da semente com fungicidas em doses eficientes, a rotação de culturas a eliminação de plantas voluntárias, e a pulverização dos órgãos aéreos com fungicidas registrados e  recomendados pela pesquisa. Ainda, sabe-se que uma boa cobertura de palhada pode ser uma medida muito efetiva.


Assim como a utilização de sementes com excelente qualidade sanitária (que você pode adquirir conosco) em áreas com problemas de mancha amarela, a rotação de cultura com espécies não hospedeiras por pelo menos um ano - como aveia, nabo forrageiro e canola - pode ser eficiente para reduzir a quantidade de inóculo no campo.


Nós da Sementes Mutuca, que semeamos trigo sobre trigo, realizamos um controle focado no preventivo, sempre trabalhando com cultivares de maior tolerância em relação às manchas foliares. Ainda, lançamos mão de práticas de qualidade na tecnologia de aplicação, como é o caso do kit alvo.


Flávio Santana

Referências:

Embrapa

Revista Cultivar

Diagnose-patimetria-e-controle-de-doencas-de-cereais-de-inverno.pdf

Juntos, fortalecemos o agronegócio com cada semente que plantamos. Quer saber mais? | Facebook | Instagram | YouTube | LinkedIn

3 visualizações

Explore

Ajuda

Redes Sociais

Newsletter

Tel: (43) 3557-2600

Cel: (43) 98438-9902