Resultados da aplicação de Boro no MILHO

Como já mencionamos anteriormente em nosso post Boro: ele é TÃO importante assim?, verificamos grande deficiência desse micronutriente em nossos solos. Para que pudéssemos trabalhar e sanar essa carência instalamos, primeiramente, um ensaio na cultura do MILHO dentro da Sementes Mutuca. Foram 7 tratamentos com 3 repetições em cada um de uma cultivar de milho precoce. Plantados no dia 03/11/2016, todos receberam tratamento de controle (fungicidas, inseticidas e herbicidas) idênticos. Seguem os tratamentos com os estádios em que o Boro foi aplicado, assim como a quantidade final do elemento em cada um deles.

[Ácido Bórico: 17% B]


Em 26/04/2017 colhemos o experimento e avaliamos os resultados. As variáveis analisadas foram: massa de grãos, umidade (%), peso bruto e rendimento de grãos. Para fins de simplificação da informação, demonstraremos aqui somente os resultados de produtividade. Foram os seguintes:

TRATAMENTO PRODUTIVIDADE MÉDIA (Kg.ha-1)

1. Ácido Bórico (Dessecação + Foliar) 13.740

2. Padrão Mutuca 13.424

3. Produto Comercial 1 13.225

4. Testemunha 12.891

5. Ácido Bórico (Foliar) 12.700

6. Produto Comercial 2 12.528

7. Ácido Bórico (Dessecação) 11.084


Conclusões:

a) Embora a Testemunha tenha ficado acima de alguns dos tratamentos propostos, é evidente que a resposta do milho à aplicação de B foi expressiva (incremento de quase 1.000 kg.ha-1 com o tratamento Ácido Bórico (Dessecação + Foliar).

b) As melhores respostas à aplicação de B foram devidos aos momentos da aplicação, referentes tanto aos estádios vegetativos quanto reprodutivos.

c) A quantidade total de B não é indicativo ou diretamente proporcional ao rendimento de grãos (explicado pelo tratamento Padrão Mutuca - 1.074 kg.ha-1 - não ter sido o mais eficiente).


Ainda, muito se discute quanto ao momento da aplicação do B. Se analisarmos o melhor e o pior tratamento, existe uma diferença de 2.656 kg.ha-1. Isso se deu ao fato do Boro ter sido aplicado em momentos diferentes. Portanto, uma pergunta para reflexão:


Será que a quantidade que se aplica de qualquer nutriente é muito mais importante que o momento correto de fazê-lo?


O Corpo Técnico da Sementes Mutuca fica aberto à questionamentos, dúvidas e quaisquer necessidades! Entre em contato conosco e ficaremos felizes em compartilhar um pouco mais a fundo o nosso estudo!

Juntos, fortalecemos o agronegócio com cada semente que plantamos. Quer saber mais? | Facebook | Instagram | YouTube | LinkedIn

10 visualizações

Explore

Ajuda

Redes Sociais

Newsletter

Tel: (43) 3557-2600

Cel: (43) 98438-9902